Pesquisar este blog

8 de abril de 2007

Recomeçar.

Desejo, que você tenha a quem amar, e quando estiver bem cansado, ainda exista amor pra recomeçar...

Acredito que tenha que iniciar o blog em grande estilo. E isso, é quase o mesmo que pedir uma retrospectiva do Nêuras original.
Eu resumo o anterior, em dois posts principais: A dissertação sobre Peter Pan e o paradoxo que ele propõe entre amadurecer e continuar criança, e o post sobre Florianópolis, em 2004.
Duas passagens que eu relembro com sorriso nos lábios.
Primeiro porque, Peter Pan e derivados são semre muito bem vindos, e segundo porque, 2004 foi O ano de aprender, pra mim, sabe?

Quero recomeçar assim como diz Frejat.
Quero escrever sobre minhas nêuras de maneira mais madura agora, de forma com que comportem todos os lados possíveis de mim mesma. Antes de tudo, quero escrever pra mim.
Com direito e dever de todas as metáforas e hipotizações infundadas, de que eu tanto abuso.
Quero contar coisas, descarregar emoções, indagar... ser.
Quero iludir-me, sorrir, pensar e pensar pra entender, e mesmo se não conseguir, escrever....
Pra clariar, talvez!

É só esperar...
As próximas nêuras, os Peter Pans, as viagens, os amigos... os amores.
Esperar mais pedaços meus, expostos de dentro de mim.


2 comentários:

Felipe disse...

Uma escrivã da vida...
É incrivel como vc faz parecer tão natural o ato de escrever, Lee...

Fê Savino disse...

Ebaaaa!!! Top conseguindo ler as nêuras finalmente... oh, Gosh!!!!