Pesquisar este blog

26 de julho de 2007

Casúlos


E aí a gente senta, e recomeça outra vez.
Só pelo simples fato de tudo estar mudando a toda hora.
De nada parecer fazer sentido, quando já o faz.

A terapia? Fiz uma sessão. Minha visão sobre a necessidade das pessoas fazerem, não mudou.
Mas preciso dizer que nada foi impactante como eu esperava que fosse, e até já penso em não continuar. Escrever minhas longas cartas, já me fazem bem.

É complicado quando em apenas algumas horas, um especialista no assunto diz que o problema não está em você, que as visões é que acabaram deturpando-se com o passar do tempo, e parecem estar do avesso, fora do lugar.
E o que se pode fazer é mudar o mundo, mas à partir de você.
Pra isso, dedicação, inteligência, astúcia, tolerância, paciência... é fundamental.
E eu aqui. Só querendo aquela vida simples que planejei até então.
Nada parece sair como eu planejei, o tempo vai passando, eu vou me decepcionando, devagar quase parando... nesse ...‘ando ...’endo ...’indo infinito; esperando.

Vai melhorar. E desta vez, pretendo permitir que seja.
Talvez na inércia, talvez por osmose.

Não importa muito, eu acho.
Mais cedo ou mais tarde, acaba acontecendo a conseqüência do que se fez ontem, e se nada for feito...







(Pausa pensativa)

Bom, pra isso dizem que milagres acontecem.

2 comentários:

Lívia Possi disse...

Foto: Luis Filipe Cabaco.

Fê Savino disse...

Acho que algumas coisas nós precisamos entender: uma delas é que nem tudo sai como planejamos... na realidade, a maioria das coisas não o são. Elas acontecem sem mais nem menos, sem previsão de início, meio e fim e temos que,no mínimo, tirar algum aprendizado para sabermos que estamos vivos e olharmos pra frente e continuarmos a caminhar por mais difícil e complexo que seja. A vida é assim, Lee. Sorry to disappoint you...
O mais interessante de tudo é você se conhecer melhor e cuidar do seu jardim interno para que essas borboletinhas venham por vontade própria te visitar... algumas ficam e outras penas se vão no curso natural da vida...
Bjooossss